“Para onde está indo meu dinheiro??”

Alguma dessas situações aqui já aconteceu com você?

– O salário termina antes do fim do mês;

– A fatura do cartão de crédito chega com um valor bem maior do que você esperava;

– Você olha o saldo da sua conta corrente, pensa nas coisas que comprou ou pagou, e não consegue saber para onde foi todo o dinheiro que estaria “faltando”…

Bem, temos uma boa e uma má notícia:

A má é que você não está sozinho nessa. A boa é que você pode mudar essa situação!

“Para onde está indo o meu dinheiro?”

Infelizmente, a grande maioria das pessoas não tem a menor ideia de para onde vai o seu dinheiro!

Isso é ruim por vários motivos, mas dois são os mais importantes para nós:

  1. Favorece o descontrole financeiro, o que pode acabar em endividamento;
  2. Não permite estimar um perfil de gastos realista. Sem isso, não tem como você fazer um orçamento que funcione para você e sua família.

Não saber exatamente para onde estava indo o dinheiro também já foi um problema aqui em casa, até lermos o livro O milionário mora ao lado (veja a resenha que fizemos sobre ele).

Se você ainda não leu, faça isso já!

Segundo os autores, 62,4% dos milionários sabem quanto a família gasta, por ano, em alimentação, vestuário e moradia.

Isso só se consegue com um bom controle das despesas!

Para fazer um controle das despesas que seja sério e funcione, você pode:

– Usar aplicativos que facilitem esse registro;

– Concentrar todos os seus gastos no cartão de débito ou crédito; assim, você só confere a fatura depois. Uma dificuldade possível nesse método é identificar os gastos em lugares pouco usuais e que tenham razão social muito diferente do nome da fachada (o “Restaurante Harmonia” pode aparecer na sua fatura como “José da Silva ME”, por exemplo).

O que nós fazemos hoje: usamos um mix dos dois métodos.

Pagamos quase tudo com cartão (a maior parte no débito), menos combustível, estacionamento na rua, salão e alguns deliveries. Essas despesas, então, anotamos em um aplicativo.

Daí no último dia do mês, sentamos e fechamos os resultados dos extratos e do aplicativo em uma planilha que fizemos com base nas nossas necessidades. 😉

 Parceria! <3

Posso te garantir que, depois que passamos a anotar nossas despesas, nosso perfil de gastos mudou MUITO!

Isso não nos deixa infelizes, nem impede que a gente gaste com coisas que a gente gosta. Apenas ficamos conscientes de que aquele gasto foi feito e evitamos surpresas.

E agora, o que fazer?

Saber onde estamos gastando nosso dinheiro é fundamental para começarmos a ter controle sobre a nossa vida financeira.

Sabendo onde estão nossos principais gastos poderemos estabelecer orçamentos viáveis e, também, focar nossos esforços de economia.

Ora, se você gasta 50 reais com cafés fora de casa durante um mês e 300 reais de teleentrega, onde vai ser mais eficiente você fazer cortes?

É muito mais fácil deixar de pedir uma noite de delivery em vez de cortar todos os seus cafezinhos, que devem te ajudar a relaxar durante o trabalho ou fazer uma social com seus colegas. 😉

Nossa economia deve ser feita de forma inteligente, para que a gente não se sinta tentado a jogar tudo pro alto!

No início pode ser estranho, mas depois vira hábito. E depois que os primeiros resultados aparecem, vira um prazer! 😊

Que tal começar a fazer isso hoje mesmo? Você não vai se arrepender!

Você pode gostar...