“Quanta vida preciso gastar para comprar isso?” – Evite os gastos por impulso!

Ninguém é de ferro. É super normal ter vontade de comprar coisas que, no fundo, sabemos que não estamos precisando.

Nessas horas, é bom pensar em quanta vida estamos gastando para adquirir aquilo.

Vida? Sim!

Afinal, o tempo que dedicamos ao trabalho são horas das nossas vidas que não voltam mais…

Esse tempo já foi gasto; cabe a você decidir qual será o destino do fruto desse tempo gasto: o dinheiro que você ganhou.

Esse dinheiro pode ter, basicamente, 3 destinos:

  1. Ser utilizado para poupança e investimento. Nesse caso, você poderá comprar, no futuro, coisas como tempo livre, saúde (afinal, nossos gastos com saúde só aumentam) e, de certa forma, alguma tranquilidade.
  2. Ser utilizado para pagar alguma coisa necessária, como comida de verdade, parcela de financiamento imobiliário, plano de saúde, mensalidade da escola dos filhos etc. Além disso, algum lazer na vida é necessário! Ir ao cinema eventualmente com o parceiro ou com os filhos, por exemplo, fortalece os laços da família e não é um desperdício.
  3. Ser gasto com compras por impulso e desnecessárias. Aquela blusinha que você não precisava… Aquele delivery de pizza durante a semana, que você pediu porque não havia planejado seu menu semanal e ficou com preguiça de pensar o que cozinhar… Aquele celular novo cheio de funções que você não usa, sendo que o seu antigo ainda funcionava perfeitamente…

Então hoje vamos falar sobre uma das formas de combater a vontade de jogar nosso suado dinheirinho no 3º cesto: converter o custo do nosso impulso ou preguiça em horas de vida.

 Afinal, preguiça só é bonita assim… 🙂

Quanto vale a sua hora de trabalho?

Bem, vamos trabalhar com as seguintes hipóteses:

  • Que você receba um salário líquido (depois de todos os descontos!) de R$ 3.000,00 (três mil reais);
  • Que você trabalhe 44 horas por semana (conforme previsto na CLT), e que o mês tenha 4 semanas, totalizando 176 horas trabalhadas em um mês.

Estamos desconsiderando detalhes como reflexos em descanso semanal remunerado e outras firulas trabalhistas.

É simplesmente dinheiro na mão x horas gastas para fazer esse dinheiro.

Seguindo essas hipóteses, você ganharia aproximadamente R$ 17 POR HORA.

Quanta vida custa…?

Delivery de pizza

Quem não ama pizza? Sério, é uma coisa maravilhosa.

Uma pizza família de qualidade mediana (nem chinelo, nem top), incluindo o valor da teleentrega, custa em torno de R$ 50,00.

Essa ligação rápida pra pizzaria (ou mais rápida ainda no aplicativo) pode te custar TRÊS HORAS DE TRABALHO.

Caro, né? Melhor ter um menu semanal, organizado com base em receitas práticas e usando coisas que você tem em casa.

Ou, para garantir aqueles dias de preguiça ou cansaço extremos, você pode ter uma “pizza de emergência” no freezer.

Afinal, ninguém é de ferro. 😉

Blusinhas

É tão legal achar uma blusinha linda! A gente até esquece que já tem várias em casa…

Vamos trabalhar com uma blusinha em uma loja também mediana, com um custo de R$ 59,90.

Essa “brusinha” vai te custar 3 HORAS E 30 MINUTOS DE TRABALHO, aproximadamente.

Se você já tem várias parecidas (o que é bem comum de acontecer), melhor usar esse dinheiro em algo útil ou, melhor ainda, economizar e investir!

Celular

Vamos também pegar um celular mediano, que custe mais ou menos R$ 1.000,00.

Ele tem uma câmera com vários MP, um processador potente, televisão e um monte de outros “poderes”.

Mas esse brinquedo novo vai te custar 59 HORAS DE TRABALHO. Um pouco mais de 7 DIAS.

Na vida real, você só usa o celular pra ligar, pesquisar na internet e usar o Whatsapp e o aplicativo de táxi. Então fique com seu celular mais um tempo e deixe de fazer esse gasto!

Diarista

Esse é um item polêmico. Não chega a ser um gasto por impulso, é mais um gasto por comodidade…

Empregadas domésticas e diaristas são um luxo a que nosso país está muito mal acostumado.

Dê uma olhada nesses artigos sobre a vida nos Estados Unidos e na Europa.

https://www.brasileirosnosestadosunidos.com/quem-e-que-limpa-a-casa-nos-estados-unidos/

http://revoando.com/2016/03/01/vida-de-rei/

Ter alguém para limpar a casa não é comum fora daqui, e já passou da hora de mudar nossa visão também!

Bem, vamos admitir que uma diarista cobre 150 reais para limpar a sua casa. Essa visita vai te custar 9 HORAS DE TRABALHO.

Veja bem: não estamos falando que nunca seja aceitável chamar uma diarista, principalmente quando temos limpeza pesada para fazer.

Mas dificilmente quem chama diarista todas as semanas não poderia ser organizar melhor e chamar uma ou duas vezes ao mês… se vc deixasse de chamar duas vezes ao mês, já economizaria 300 reais.

Com esse dinheiro, poderia comprar 6 pizzas, ou 5 blusinhas…

Ops… não, você poderia economizar, e em seguida investir esse dinheiro… 🙂

Em resumo…

Se você, em um mês, deixar de pedir uma pizza, comprar uma blusinha e economizar apenas uma visita da diarista, já vai ter mais ou menos R$ 260,00 sobrando.

Em um ano, seriam R$ 3120. Já daria para pagar o IPTU, o IPVA e comprar o material escolar das crianças. 😉

Deixo bem claro que estamos falando aqui sobre gastos desnecessários e não planejados.

Essa é a importância de ter um orçamento doméstico. Você planeja o quanto vai poder gastar com seu lazer e, dentro desse valor, pode gastar sem culpa!

E você, tem feito muitos gastos inúteis? Se você não sabe ou não lembra, crie o hábito de anotar todos os seus gastos. Você vai se surpreender com os resultados!

Até mais!


ps: Se você já investe em renda variável, outra conversão possível é em ações da sua empresa preferida…

Um delivery de uma pizzaria de padrão mais alto pode custar 3 ações do Itaú, por exemplo…. Essas ações poderiam ser mais maquininhas de dinheiro para você, se valorizando com o tempo, te dando dividendos… É de se pensar. 😉

Você pode gostar...